A cura da mulher encurvada

A CURA DA MULHER ENCURVADA

Compartilhe este estudo bíblico

Texto: Lucas 13: 10-17

10 E ensinava no sábado, numa das sinagogas.
11 E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se.
12 E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade.
13 E pôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou, e glorificava a Deus.
14 E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga, indignado porque Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister trabalhar; nestes, pois, vinde para serdes curados, e não no dia de sábado.
15 Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber?
16 E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?
17 E, dizendo ele isto, todos os seus adversários ficaram envergonhados, e todo o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele.
 

O que abordaremos no estudo sobre a cura da mulher encurvada? 

Neste estudo sobre a cura da mulher encurvada examinaremos uma mensagem de cura, realizada pelo nosso Senhor Jesus, relatada apenas por Lucas, nos seus escritos. Lucas detalha, de forma clara, esse evento, trazendo elementos que faziam parte da cultura da época, o que nos ajuda na compreensão textual. Vamos para análise dos versículos. 

10 E ensinava no sábado, numa das sinagogas. 

Era bastante comum ver os judeus se reunirem e estudarem nos templos e sinagogas. Isso também ocorria com bastante frequência aos sábados. Jesus também fazia uso desse costume:

Lucas 4:16: E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler. 

Lucas 6:6: E aconteceu também noutro sábado, que entrou na sinagoga, e estava ensinando; e havia ali um homem que tinha a mão direita mirrada. 

Marcos 1:21: Entraram em Cafarnaum e, logo no sábado, indo ele à sinagoga, ali ensinava. 

11 E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se. 

Observando o texto, percebemos que a mulher encurvada era israelita e crente. Porém, satanás a afligia com uma enfermidade. Mesmo os salvos podem ser atacados pelo diabo. Vale destacar, porém, que a mulher não estava possuída, mas sim, oprimida.

Nós, nos deparamos com muitas opressões, que muitas vezes têm nos afastado da presença de Jesus. O QUE TEM TE OPRIMIDO? Pecado? Amargura? Tentação? Ódio? Falta de perdão? Culpa? Inveja? Ganância? Saibamos que Jesus pode nos livrar de Qualquer aflição. Creiamos!

A questão é que muito além disso pode ser utilizado pelo inimigo para afligir o cristão. Ela foi afetada socialmente por causa da sua condição física. Ela poderia até ser ridicularizada como uma aberração. Talvez, ninguém a quisesse por perto. Ela estava nessa condição por 18 anos. Não foi nada fácil.

Podemos observar um detalhe interessante. Se ela estava na sinagoga, é porque acreditava em Deus. Então, quer dizer que mesmo com esta enfermidade, frequentava a igreja.

Salmos 27:4: Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.

Essa mulher encurvada, portanto, é um exemplo para cada um de nós, que nos apegamos a várias desculpas para não frequentarmos a igreja. E você, o que está te impedindo de ir à igreja? Esta mulher perseverava mesmo com a enfermidade.

Mateus 24:13: Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo. 

Apocalipse 3:21: Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.

Como já vimos, essa mulher tinha um espírito de enfermidade que a assolava por quase duas décadas. Jesus nos ensina que algumas doenças são causadas pela ação direta de demônios. A opressão desta mulher encurvada tinha como principal causa, a ação de um emissário de Satanás.

Mateus 9:32,33: E, havendo-se eles retirado, trouxeram-lhe um homem mudo e endemoninhado. E, expulso o demônio, falou o mudo; e a multidão se maravilhou, dizendo: Nunca tal se viu em Israel.

Mateus 12:22: Trouxeram-lhe, então, um endemoninhado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via. 

Marcos 5:1-5: E chegaram ao outro lado do mar, à província dos gadarenos.
E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo; O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender; Porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar. E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras.
 

Atos 10:38: Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.

12 E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade. 

Antes de acontecer a cura da mulher encurvada, vemos que o que a prendia era a opressão sofrida por causa desta enfermidade. O problema é que muitos estão escravos, presos às amarras do pecado. Hoje ainda vemos o pecado escravizando muitos crentes.

João 8:34: Jesus respondeu: “Digo-lhes a verdade: Todo aquele que vive pecando é escravo do pecado. 

Romanos 6:23: Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. 

Ainda não compreendemos que o preço do pecado já foi liquidado por Jesus lá na cruz. Ele mesmo falou: “está consumado”. Não somos mais servos do pecado. No entanto, ainda vivemos presos por não acolhermos a liberdade disponível para nós. Jesus pode nos desprender do pecado. Quem sabe seja possível você encontrar, hoje mesmo, sua liberdade.

Romanos 6:22: Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna.   

Ela acreditava ainda que Deus não havia a abandonado e que um dia sua cura chegaria. Jesus viu que ela foi para a casa de Deus para adorá-lo. Bem diferente de muitos que apenas frequentam o templo físico, mas não adoram a Deus, nem sequer praticam a verdadeira religião:

Tg 1:27: A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. 

Jesus a chama – Mulher! Sem ridicularizar. Muitos ridicularizam expondo seus irmãos, bem como os seus problemas. Jesus é diferente, vê o verdadeiro valor de cada um. 

13 E pôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou, e glorificava a Deus.

Depois que Jesus a liberta, tudo muda. A opressão vai embora e o julgo cai.

Mateus 11:28-30: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Jesus salva para te deixar livre.

João 8:36: Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Talvez, estejamos apenas pensando na cura da mulher encurvada, mas pense em seu sofrimento antes disso. Ela sofria uma dor física austera. Seu corpo permanecia recurvado. Podemos até tentar imaginar sua agonia diária. Pense comigo, não conseguir olhar para cima? Que dificuldade! 

Muitos se encontram em um estado espiritual que não conseguem olhar para cima (Cl 3:1), não enxergam além do físico, nem veem outra coisa que não sejam seus problemas. Não se esqueça que se você está em Cristo, as aflições são passageiras (Jo 16:33; 2º Tm 3::11; Sl 30:5; Ga 2::20), pois todas as coisas contribuem para o bem dos que amam a Deus (Rm 8:28).

Colossenses 3:1: Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. 

João 16:33: Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci. 

2 Timóteo 3:11: As perseguições e os sofrimentos que enfrentei, coisas que me aconteceram em Antioquia, Icônio e Listra. Quanta perseguição suportei! Mas, de todas essas coisas o Senhor me livrou! 

Salmos 30:5: Pois a sua ira só dura um instante, mas o seu favor dura a vida toda; o choro pode persistir uma noite, mas de manhã irrompe a alegria. 

Gálatas 2:20: Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. 

Romanos 8:28: Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. 

O gesto de impor as mãos para curar essa mulher, assim como ajudar o seu próximo é observado na bíblia em outras passagens. É como se representasse a ajuda a quem precisa. 

Marcos 16:18: Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. 

Atos 9:8: E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco. 

14 E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga, indignado porque Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister trabalhar; nestes, pois, vinde para serdes curados, e não no dia de sábado.

Segundo a tradição dos rabinos não era lícito fazer qualquer atividade de trabalho no dia de sábado. A única exceção seria em casos de vida ou morte. Em êxodo 20: 9-10 e em Deuteronômio 5:13-14 observamos as referências:

Êxodo 20: 9-10: Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas

Deuteronômio 5:13-14: Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho.
Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhum trabalho nele, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas; para que o teu servo e a tua serva descansem como tu.

Em Mateus 12: 10 é possível observar os acusadores de Jesus tentando jogar preparar ciladas para o mestre, para saber se Ele era cumpridor das leis de Moisés:

Mateus 12:10: E, estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada; e eles, para o acusarem, o interrogaram, dizendo: É lícito curar nos sábados? 

Isso também é observado em:

Lucas 6: E estavam observando-o se curaria no sábado, para o acusarem. 

Marcos 3:2: E os escribas e fariseus observavam-no, se o curaria no sábado, para acharem de que o acusar. 

15 Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber? 

Neste versículo, Jesus desmascara seus acusadores, que apenas queriam imputar culpa ao Senhor, como se eles mesmos não fizessem nada no sábado. Mostrou que se eles cuidavam de seus animais ou os salvavam se estivessem em apuros, por que uma aflita, filha de Deus, não poderia ser salva? Além disso, o mestre queria nos mostrar que a vida de uma pessoa vale muito mais do que uma lei.

Lucas 14:5: E respondendo-lhes disse: Qual será de vós o que, caindo-lhe num poço, em dia de sábado, o jumento ou o boi, o não tire logo?

16 E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?

É interessante ressaltar o quanto Jesus valoriza as pessoas. Naquela época as mulheres não eram reconhecidas e não tinham sequer o direito de carregar o sobrenome de sua família. Este era sempre herdado do homem. Mas aqui vemos Jesus a chamando de filha de Abraão. Isso dar a essa mulher o direito que o judaísmo daquela época negava, ou seja, Jesus reconheceu essa mulher como parte do seu povo escolhido.

Lucas 19:9: E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.

Uma coisa que os cristãos não podem deixar de fazer é ajudar ao próximo, ainda mais em situações difíceis. O julgamento não pode prevalecer nesses momentos, mas sim a compaixão. Quando nós não damos ouvidos ao clamor de quem necessita, estamos cometendo pecado aos olhos de Deus. Nesta passagem, Jesus ensina que a humanidade está presa, não só à enfermidade, como também ao pecado e à morte. A humanidade vive aflita e com muitas necessidades.

Mateus 4:23: E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. 

Atos 26:18: Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim. 

Por causa do que presenciamos diariamente nos canais de televisão e redes sociais, que priorizam a propagação de notícias de entretenimento, acabamos esquecendo das necessidades que muitos, mundo a fora, enfrentam. Por causa disso acabamos nos tornando insensíveis perante o sofrimento e miséria de muitos. Mas, o verdadeiro crente, não deixa essas coisas atrapalharem sua sensibilidade para com as necessidades de seus irmãos e irmãs. Este será como Jesus, atento às aflições e necessidades do próximo e ao gemido da criação.

Lucas 10:33-37: Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira. 

Romanos 8:22: Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. 

17 E, dizendo ele isto, todos os seus adversários ficaram envergonhados, e todo o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele. 

Neste último versículo, fica evidente que os adversários de Jesus não podem prevalecer diante do seu poder. Também vemos que os verdadeiros cristãos se alegram quando coisas boas acontecem. Os verdadeiros seguidores de Cristo glorificam a Ele quando sua manifestação ocorre em favor dos que necessitam. 

O que Jesus fez, realizando a cura da mulher encurvada, poderá fazer também por você. Mesmo hoje, quando Jesus cura, muitos se alegraram, no entanto, ainda existem os que são como o chefe da sinagoga, que alegava que aquele milagre não poderia sido feito no sábado. Estes são os céticos, os incrédulos que procuram qualquer coisa para justificar sua religiosidade, em detrimento da verdadeira fé.

Jesus os chamou de hipócritas, dizendo que eles faziam muitas outras coisas no sábado. Assim como os religiosos de hoje, que proíbem muita coisa, põe um julgo pesado nos irmãos, mas acabam fazendo coisas absurdas.

É imprescindível, sim, cumprirmos nossos deveres enquanto cristãos. Devemos ser exemplos, mas não temos que nos apegar as coisas secundárias, mas sim, no que está na vontade de Deus (Mt 4:4; Jo 17:17; Mt 6:33).

Mateus 4:4: Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. 

Mateus 6:33: Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. 

João 17:17: Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

Espero que este estudo sobre a cura da mulher encurvada tenha sido de grande valia para seu crescimento espiritual. Que Deus o abençoe!

Para mais estudos bíblicos, acesse o home de nosso site, aqui.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *