A escolha de Natanael

A ESCOLHA DE NATANAEL: VOCÊ É CHAMADO OU ESCOLHIDO?

Compartilhe este estudo bíblico

O QUE VEREMOS NESTE ESTUDO SOBRE A ESCOLHA DE NATANAEL: VOCÊ É CHAMADO OU ESCOLHIDO?

 

Nesta passagem teremos a grande satisfação de compreendermos como foi a maravilhosa chamada de Natanael para ser seguidor de Cristo. Examinaremos os detalhes implícitos e explícitos nos versículos desta passagem que tratam da escolha de um dos discípulos de Jesus, um verdadeiro israelita sem dolo.  Usaremos essa passagem para refletir um pouco sobre a importância de sermos não só chamados, mas escolhidos por Deus. Leiamos o texto a seguir.

 

TEXTO: João 1:43-51

 

43-No dia seguinte quis Jesus ir à Galiléia, e achou a Filipe, e disse-lhe: Segue-me.
44-E Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro.
45-Filipe achou Natanael, e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José.
46-Disse-lhe Natanael: Pode vir alguma coisa boa de Nazaré? Disse-lhe Filipe: Vem, e vê.
47-Jesus viu Natanael vir ter com ele, e disse dele: Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo.
48-Disse-lhe Natanael: De onde me conheces tu? Jesus respondeu, e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira.
49-Natanael respondeu, e disse-lhe: Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel.
50-Jesus respondeu, e disse-lhe: Porque te disse: Vi-te debaixo da figueira, crês? Coisas maiores do que estas verás.
51-E disse-lhe: Na verdade, na verdade vos digo que daqui em diante vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.

 

Antes de falarmos sobre a escolha de Natanael, é importante refletirmos sobre o que está no versículo 14 do capítulo 22 de Mateus que trata de chamados e escolhidos:

 

Mateus 22:14: Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

 

Fica claro neste versículo que ser escolhido é muito mais importante do que ser chamado. Neste sentido, devemos compreender que não dá para comparar a vida de um crente que é escolhido por Deus com a de uma pessoa que não conhece a Deus ou que é apenas um que foi chamado, mas não se comporta como um escolhido.

 

Ao decorrer deste estudo você poderá perceber, por meio da escolha de Natanael, o quão bom é fazer parte dos escolhidos do Senhor.

 

Neste aspecto é importante saber que não fomos nós que o escolhemos ou que resolvemos o amar. Na realidade é o contrário, Ele nos amou primeiro, por isso nos escolheu.

 

João 15:16: Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda. 

1 João 4:19: Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.

Jesus nos chama e quer que nós o sigamos:

 

Mateus 11:28: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

 

João 8:12: Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.

 

João 6:35: E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

 

Jesus iniciou seu ministério evangelístico escolhendo seus discípulos. Começou com Simão (Pedro) e seu irmão André. Após isso, os chamou para irem à Galileia, quando encontraram Felipe que foi chamado por Jesus. Felipe, por sua vez, convida Natanael (significa dom de Deus) para conhecer o mestre.

 

É interessante frisar a relação de proximidade entre Felipe e Natanael que pode ser vista sempre que lemos sobre os apóstolos, observamos seus nomes sendo descritos juntos. Podemos dizer que eles eram bem próximos, assim como os irmãos Pedro e André e João e Tiago.

 

É natural querer compartilhar coisas boas com nossos amigos, foi o que fez Felipe ao conhecer Jesus, o Messias, logo foi falar para Natanael. Será que estamos convidando nossos amigos para conhecerem Jesus e contemplarem essa maravilha?

 

Devemos chamar a atenção para a escolha de Natanael para ser seguidor de Cristo. Não observamos relatos de descrença e relutância dos apóstolos escolhidos anteriormente por Jesus. No chamado de Natanael vemos dois detalhes, primeiro, ele foi evangelizado por um apóstolo. Segundo, estava sem muitas expectativas com relação a pessoa de Jesus.

 

Quando observamos a fala de Natanael poderemos pensar que ele era um homem descrente, que não acreditava em Deus. Mas, não era o caso, pois ele era um judeu praticante. Embora, talvez estivesse meio desacreditado das coisas do mundo ou das pessoas que pregavam o nome de Deus, mas não viviam o que pregavam. Isso soa familiar? Pois é, hoje ainda existem muitos que se dizem cristãos, mas fazem atrocidades. Contudo, não devemos olhar para essas coisas. Devemos buscar o que vem do alto.

 

Para reforçar a ideia de que Natanael de fato acreditava em Deus, observemos o que Felipe falou para ele: “Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas”. Essa forma de falar remete a compreensão de que Felipe sabia que Natanael era conhecedor das escrituras. Talvez ele fosse um daqueles que só acreditavam no que estivesse nas escrituras.

 

É interessante analisarmos essa forma de abordagem evangelística de Felipe. Ele não chegou para Natanael dizendo que encontrou “aquele que vai mudar sua vida” ou “aquele que vai te dar vitória”. Ele apenas se restringiu aos escritos sagrados. Percebemos uma certa carência nas pregações de hoje em dia. Muitas estão sendo apelativas. Isso não é necessário, pois o poder do Senhor está bem claro em suas palavras.

 

Podemos também destacar a resposta que Natanael deu a Felipe quando este disse que Jesus era de Nazaré: “Pode vir alguma coisa boa de Nazaré?” Essa frase é um tanto preconceituosa, mas pode demonstrar um pouco de conhecimento das escrituras, pois de acordo com o profeta Miquéias o Messias deveria vir de Belém e não de Nazaré (sabemos, porém, que o nascimento de Jesus ocorreu em Belém).

 

Esse desdém de Natanael para com um Nazareno também era fruto de um preconceito social existente naquela época. Os Judeus consideravam Nazaré como um local sem muita importância, assim como seus moradores, os Nazarenos, que eram muito simples.

 

Como Deus é maravilhoso e simples. Escolhe um dos lugares mais simples da época, Nazaré, como local de origem do salvador da humanidade.

 

Diante do preconceito de Natanael para com Jesus o Nazareno, Felipe diz uma frase que mudou a vida de seu amigo: “Vem e vê”. Quantas oportunidades temos de convidar nossos amigos, familiares e vizinhos de usar essa mesma frase, mas não o fazemos. Mesmo com a rejeição de Natanael, Felipe insistiu com sabedoria para que a alma de seu amigo pudesse ser salva.

 

Felipe sabia tanto que Jesus é quem iria fazer a obra que não se deu ao trabalho de discutir com Natanael. Só queria que ele tivesse a oportunidade de se deparar com o mestre.

 

Assim fez Natanael, acompanhou Felipe até a presença de Jesus. Lá foi recebido com uma frase do Senhor: “Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo”. Jesus já conhecia a Natanael, bem como suas ações. Ele sabia que mesmo sendo cético quanto ao Messias que vinha de Nazaré, apresentava qualidades de bom homem e cumpridor das leis de Deus. Além disso, Natanael era descendente dos patriarcas, por isso o termo “verdadeiro israelita”.

 

Em meio a essa receptividade de Jesus, Natanael ficou meio confuso, sem entender o porquê das palavras do mestre. Por isso ele pergunta: “de onde me conheces?” Essa pergunta já nos faz acreditar que algo mudou em Natanael, alguma coisa ele já estava detectando em Jesus. No entanto, ele ainda se fazia incrédulo, dominado pelo preconceito inicial.

 

Porém quando Jesus disse: “Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira”, isso quebrantou de vez o coração de Natanael. Só alguém com poder de onisciência poderia saber o que ocorreu nesta figueira. Isso foi a prova cabal de que Jesus conhecia o íntimo de Natanael, pois realmente Ele era o Messias.

 

Por meio desta passagem conseguirmos compreender que realmente Jesus conhece nossos corações e intenções.

 

Jeremias 1:5: Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.

 

Salmos 139:16: Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.

 

Salmos 139:23: Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.

 

Romanos 8:27: E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos.

Mas, o que de fato, ocorreu naquela figueira? Será que foi alguma coisa constrangedora que nem mesmo seus amigos sabiam? Com certeza ninguém sabia, pois do contrário Natanael poderia achar que Felipe ou alguém poderia ter falado para Jesus.

 

A bíblia não detalha sobre essa questão, mas podemos conjecturar algumas possibilidades. Naquela época muitos judeus tinham casas onde existiam poucos cômodos ou apenas um pequeno local que servia de cozinha, sala e quarto. Por isso, era costume se plantar árvores ao redor da casa. Tanto para deixar o clima mais ameno, quanto para proporcionar um ambiente de privacidade, como um cômodo externo da casa.

 

É provável que neste local, Natanael tenha falado com Deus sobre suas angústias e problemas. Talvez tenha dito coisas para Deus que só o Messias poderia saber.

Uma outra possibilidade é a de Natanael ter sido escondido na figueira quando ainda era uma criança. Isso porque na época em que Natanael era muito pequeno Herodes estava assassinando todas as crianças de dois anos ou menos de Belém e dos arredores, porque tinha medo de que o rei dos judeus tomasse seu lugar no trono.

 

Assim, depois que Natanael cresceu sua mãe, que o escondeu na figueira, contou tudo isso. Assim, somente o messias, filho de Deus poderia saber dessa história tão particular. Diante de tal demonstração de poder, não tinha como Natanael não se render aos pés de Jesus. Ele declara: “Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel”.

 

Diante desse reconhecimento de Natanael, Jesus ainda fala para ele que isso não é nada diante do que ele ainda veria, ou seja, grandes manifestações de poder da parte de Jesus: Na verdade, na verdade vos digo que daqui em diante vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.

 

A expressão “daqui em diante” nos faz acreditar que quando dizemos sim para o Senhor e nos tornamos seus seguidores temos a possibilidade de contemplar grandes maravilhas vindas do mestre.

 

Josué 3:5: Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós.

 

CONCLUSÃO

 

Diante do que aprendemos neste estudo fica evidente a necessidade de sabermos a diferença entre os chamados e os escolhidos. Além disso, precisamos pôr em prática o que Jesus ensinou aos seus escolhidos, ou seja, fazer o ide e propagar as boas novas de salvação. Por isso, devemos falar do amor de Cristo para todos, sobretudo nossos conhecidos, amigos e familiares. Que possamos, assim como Felipe entender que quem faz a obra na vida das pessoas é o Senhor, por isso ele falou para Natanael: “vem e vê”.

 

Espero que este estudo sobre a escolha de Natanael tenha sido de grande valia para sua vida espiritual. Que Deus te abençoe!

 

Para mais estudos como este acesse a home do nosso site aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *