ESTUDO BÍBLICO SOBRE O ANO NOVO

Compartilhe este estudo bíblico

TEXTO: JEREMIAS 29:11

 

Quando um ano está se encerrando e aproxima-se a chegada do ano novo, começamos a refletir sobre diversas coisas. Muitas vezes começamos a fazer planos, sobretudo que envolvam mudanças de hábitos para nos tornarmos mais saudáveis. Também prometemos a nós mesmos que alcançaremos um determinado sonho que estava guardado na lembrança. Enfim, um ano novo sempre nos traz esperança de que dias melhores virão.

 

Contudo, por mais que sejamos sempre otimistas, fica aquela pergunta: será que esse ano realmente será bom para mim? É exatamente sobre isso que iremos falar neste texto. Vamos compreender como nosso novo ano poderá se tornar um ano de bençãos para nossas vidas.

 

Antes, porém, é necessário compreendermos algumas coisas para não insistirmos em erros já cometidos em anos anteriores. Se você parar para pensar, a maioria das promessas que realizamos neste período de virada de ano, não são cumpridas por nós. Quem nunca disse que no novo ano iria perder alguns quilos? Ou entrar em uma academia? Fazer uma faculdade? Aprender um novo idioma? Estudar para um concurso? São tantas coisas que prometemos e não cumprimos.

 

Uma coisa que quero chamar a atenção é que raramente incluímos Deus nessas promessas. Poucos são aqueles que dizem: – Neste ano irei orar mais, buscar mais ao Senhor, jejuar mais, praticar melhores ações, estudar mais a palavra de Deus, evangelizar mais, ajudar as pessoas que realmente necessitam, reclamar menos e agir mais, deixar de sentir inveja dos irmãos que apresentam cargos na igreja que eu ainda não tenho.

 

Sendo assim, precisamos compreender que nossos planos devem contar com a presença de Deus, do contrário, serão apenas sonhos isolados, que muito provavelmente não serão alcançados.

 

Refletindo sobre isso, poderemos compreender que a pergunta mais correta, não deve ser: “como será para mim, esse novo ano?” Mas, deve ser: “Como será minha vida neste novo ano?”

 

Desta forma, você não está esperando as coisas acontecerem para saber a implicação destas em sua vida. Muito pelo contrário, você está dizendo que suas atitudes e comportamento irão fazer a diferença, no que diz respeito ao ano novo.

 

É bem verdade, que muitas vezes ficamos sem saber como devemos proceder diante dos novos desafios e expectativas trazidas pelo novo ano. Mas, não fique desesperado, pois a bíblia traz a resposta para todos esses anseios. Vamos então examiná-la para entendermos como devemos agir diante do Senhor neste ano que chega.

 

SEJA FELIZ E SIRVA AO SENHOR COM ALEGRIA

Uma das coisas que muito nos falta é a alegria de viver. Muitos vivem somente por viver. Temos que compreender que a vida já é uma dádiva do Senhor, por isso temos que agradecê-lo por essa oportunidade de vida e por Deus ter nos escolhido.

 

Salmos 33:12: Como é feliz a nação que tem o Senhor como Deus, o povo que ele escolheu para lhe pertencer!

 

Filipenses 4:4: Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos.

 

Eclesiastes 3:12: Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida;

Nós que somos crentes em Cristo, precisamos celebrá-lo e servi-lo com alegria, louvando-o constantemente.

 

Salmos 100:1,2: Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto.

 

Observe que a orientação não é de apenas celebrar, mas com júbilo. Assim como o servir, não é apenas por servir, mas com alegria. E não devemos apenas nos apresentar a Ele, mas essa apresentação deve ser com cântico.

 

Salmos 30:4: Cantai ao Senhor, vós que sois seus santos, e celebrai a memória da sua santidade.

 

Portanto, temos que, neste novo ano, nos apresentar alegremente ao Senhor, com cântico de alegria. Mas, que este cântico também possa ser renovado constantemente, para que não seja algo rotineiro. Até nossa adoração a Ele deve ser renovada.

 

Salmos 149:1: Louvai ao SENHOR. Cantai ao SENHOR um cântico novo, e o seu louvor na congregação dos santos.

SIRVA A DEUS DE CORAÇÃO

 

É imperativo percebermos a diferença entre servir a Deus e servi-lo de todo coração. Na primeira situação, apenas estamos cumprindo alguma ordem ou fazendo alguma atividade relacionada ao fazer cristão. Quando você faz isso de coração, significa que está realizando aquela ação com alegria e prazer.

 

Hoje, percebemos o quanto está sendo difícil para algumas pessoas, a realização da obra de Deus. Mas parece um fardo do que uma coisa prazerosa. Se isso estiver acontecendo com você, então pare e reflita, pois não está agradando ao Senhor. O que Ele quer é que possamos temê-lo, para trilharmos os caminhos certos e servi-lo de bom grado.

 

Deuteronômio 10:12: agora, ó Israel, que é que o Senhor, o seu Deus, lhe pede, senão que tema o Senhor, o seu Deus, que ande em todos os seus caminhos, que o ame e que sirva ao Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração e de toda a sua alma.

 

As obras relacionadas ao Senhor não podem ser realizadas mediante reclamações ou murmurações. Devem ser feitas com amor e zelo, não relaxadamente, ou seja, de todo coração. Até porque não estamos fazendo para agradar aos homens, mas sim, ao Senhor nosso Deus.

 

Filipenses 2:14: Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas;

Colossenses 3:23: E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens.

 

Jeremias 48:10: Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue.

NÃO SE CONFORME COM AS COISAS DESTE MUNDO

Que neste novo ano entendamos, de forma definitiva, que apesar de estarmos neste mundo, não pertencemos a ele. Claro que não é por isso que deixaremos de fazer nossas obrigações e fazeres diários, ou até mesmo deixar de falar com as pessoas. A questão aqui é que muitos de nós nos conformamos com as coisas deste mundo, sem sequer nos separamos delas.

 

Romanos 12:2: E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

 

Não esqueçamos que este mundo jaz no maligno, pois é dominado pelo filho da iniquidade. Então, se nos anos anteriores você estava sob o domínio do pecado ou realizando práticas que desagradam a Deus, já que para este mundo é normal, largue disso. Restaure sua vida no altar santo do Senhor, se torne, neste ano, um nascido de Deus, para não ser alcançado pelo maligno.

 

1 João 5:18,19: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.


Portanto, que nossos sonhos para o ano que se chega, não possam estar vinculados as coisas deste mundo, dominado por Satanás. Todavia, que possam estar ligadas aos altos céus, refletindo, por meio de nós, de nossas ações, atitudes e obras, o amor de Deus. Lembrem, somos sal e luz.

 

Mateus 5:13,14: Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;

DEIXE AS COISAS VELHAS NO ANO PASSADO

 

É importante aprendermos que o ano novo nos dará a possibilidade de deixarmos para traz as velhas práticas, para podermos seguir em frente, apenas avançando para o alvo que é Jesus.

Filipenses 3:13,14: Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

 

Vamos deixar no ano que está se findando, as coisas ruins que realizamos, as nossas derrotas e fracassos, problemas e barreiras que nos impediram de alcançarmos os nossos objetivos.

 

VAMOS AMAR E PERDOAR MAIS

 

Pode ser que muitas pessoas, no ano passado, tenham guardado rancores e as tristezas causadas pelas ações de outras pessoas. Porém, em Cristo aprendemos que o amor tudo suporta. Por isso, neste novo ano, perdoe todas as ofensas que te magoaram, não importa quantos perdões você precise liberar, apenas perdoe.

 

Colossenses 3:13: Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

 

Mateus 18:21,22: Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

É claro que para perdoar é preciso amar. Por isso, Jesus nos ensina amarmos uns aos outros. Então, neste ano novo, ame mais, ame de verdade.

 

João 15:12: O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

 

1 João 3:18: Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.

 

Hebreus 13:1: Permaneça o amor fraternal.

Ame não só quem é amigo ou familiar, até nossos inimigos, devemos amar.

 

Lucas 6:27: Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam;

CONCLUSÃO

 

No último ano passamos por muitas lutas, problemas e decepções, por isso que para o ano novo fazemos planos, novos planos. Contudo, se estes não estiverem vinculados à vontade do Senhor, as chances de não serem realizados, são maiores. Portento, que neste novo ano possamos aprender a incluir Deus em nossos sonhos, que possamos esquecer e deixar as práticas ruins que desagradavam a Deus. Que realizemos novas obras, feitas com zelo e alegria. Que este ano novo seja repleto de perdão e amor. Que o Senhor Jesus nos conceda o melhor ano de nossas vidas. Feliz Ano Novo!!!

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *