Jesus acalma a tempestade

JESUS ACALMA A TEMPESTADE

Compartilhe este estudo bíblico

O QUE VEREMOS NO ESTUDO SOBRE “JESUS ACALMA A TEMPESTADE”

Neste estudo examinaremos o milagre sobrenatural em que Jesus acalma a tempestade. Veremos cada detalhe dos versículos que registraram essa maravilha realizada pelo mestre. Observaremos as lições que poderemos extrair da situação de adversidade pela qual passaram os discípulos. Vejamos o texto:

TEXTO: LC 8:22-25

22-E aconteceu que, num daqueles dias, entrou num barco com seus discípulos, e disse-lhes: Passemos para o outro lado do lago. E partiram.
23-E, navegando eles, adormeceu; e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e enchiam-se de água, estando em perigo.
24E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.
25-E disse-lhes: Onde está a vossa fé? E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este, que até aos ventos e à água manda, e lhe obedecem?

Essa passagem em que Jesus acalma a tempestade é bastante conhecida entre os crentes. Ela representa um dos principais milagres realizados por Jesus, quando esteve aqui na terra. O registro em que Jesus acalma a tempestade pode ser encontrado nos três evangélicos sinóticos (Mateus 8:23-27; Marcos 4:35-41; Lucas 8:22-25). Escolhi, porém, o registro de Lucas por acreditar que ele descreveu esse fato milagroso de forma bem simples e clara. Acredito que é exatamente como nosso Deus age, de forma simples.

1 Coríntios 1:27-29: “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; Para que nenhuma carne se glorie perante ele”.

Mateus 11:25: “Naquele tempo falou Jesus, dizendo: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.”

1 Pedro 3:3-4: “O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de joias de ouro, ou o luxo dos vestidos, mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que és, para que permaneçam as coisas.” 

Antes do acontecido, os discípulos já haviam contemplado grandes feitos realizados pelo mestre, porém o de modificar ações da natureza, observada quando Jesus acalma a tempestade, ainda não. Isso mostrou aos seguidores do mestre que Ele tem total autoridade sobre todas as coisas do universo. Esse maravilhoso milagre de controle das forças da natureza mostra que realmente foi dado a Ele todo poder.

Mateus 28:18: “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra”.


Para aprofundar nosso estudo sobre esse milagre em que Jesus acalma a tempestade, vamos analisar cada versículo dessa passagem.

22-E aconteceu que, num daqueles dias, entrou num barco com seus discípulos, e disse-lhes: Passemos para o outro lado do lago. E partiram.

Jesus pede aos discípulos para que possam ir para o outro lado do lago. Isso quer dizer que Ele estava querendo ir para a margem oriental do Mar da Galileia, em uma região chamada Decápolis, onde viviam pessoas que não eram judias, os gentios. Os Judeus, em sua grande maioria, evitavam esta região.

Antes de ir para o outro lado, Jesus havia passado um longo tempo ensinando ao povo que o seguia. Ele falou sobre algumas parábolas como a do semeador e a da candeia.  Além disso, curou muitos enfermos do lado ocidental. Podemos até conjecturar que por estarem cansados, Jesus queria atravessar o mar para encontrar descanso.

É importante destacar que o relato de Lucas deixa claro que esse milagre ocorreu em “um daqueles dias”. Isso quer dizer que para Deus agir não precisa ser em algum dia especial. O milagre pode ocorrer em qualquer dia.

As vezes acordamos em um dia que aparentemente é normal. Vamos ao trabalho, fazemos nossas coisas corriqueiras, mas em alguma situação, ocorre um milagre que jamais iremos esquecer. Contudo, nunca acordamos dizendo que esse dia será o do milagre.

Lembre-se, o dia especial quem faz é Deus. Não precisa ser na “quarta da Bênção” ou na “sexta da Libertação” ou no “Domingo do Milagre”. Nada disso. O milagre pode acontecer hoje, agora. Basta crer!

Outra nota a se fazer deste versículo é na parte que diz: “passar para o outro lado”. Primeira coisa, Jesus já determinou o caminho e já se tinha a certeza de que se iria chegar. Então podemos nos perguntar: será que Jesus está no nosso barco? Precisamos compreender que o destino traçado por Jesus tem uma chegada certa.

Na bíblia, a chegada ao outro lado apresenta definição de mudança para uma situação melhor ou significa vitória alcançada. Foi o que ocorreu quando os israelitas atravessaram o Mar Vermelho. A alegria pela vitória foi tanta que Mirian cantou. Quando Elizeu ganhou a capa de Elias estava do outro lado do Jordão.

23-E, navegando eles, adormeceu; e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e enchiam-se de água, estando em perigo.

Boa parte dos discípulos entendiam de navegação. Além do mais, conheciam muito bem aquela região. É bem verdade que o Mar da Galileia é um grande Lago que fica a 200 metros abaixo do nível do mar, tem 21 quilômetros de comprimento e 14 de largura e cercado por várias montanhas.  Essas condições, juntamente com o fato de, no verão, as temperaturas do lago passarem facilmente dos 30°C, poderiam ser favoráveis para o aparecimento de pequenas tempestades.

Todavia, era pouco provável que ocorresse alguma tempestade muito repentina e incontrolável. Os discípulos já conheciam todas essas condições e, provavelmente, não estavam preocupados com alguma situação perigosa que pudesse vir a acontecer.

Então, parecia que tudo estava sob o controle. Contudo, sobreveio uma tempestade de vento da qual os discípulos não conseguiam dominar. É provável que no início eles achassem que seriam capazes de contornar a circunstância, mas não foi o caso. Como Jesus estava dormindo, eles estavam sós naquele momento.

Como é difícil a vida de quem fica sem o comando de Jesus. Com esse episódio, fica notório que não dá para conduzir o barco de nossas vidas deixando o mestre dormir. Podemos até ser conhecedores de muitas coisas e acharmos que somos autossuficientes, mas isso não passa de ilusão.

O fato de Jesus se encontrar cansado e dormindo, pode gerar uma dúvida: Se Ele é todo poderoso, como poderia estar cansado? Vale destacar que o Senhor veio a terra apresentando dois aspectos indissociáveis entre si: o de homem e o de Deus. Por isso, apesar de sua divindade, demonstrada pelo seu poder, também apresentava características de homens.

1 Timóteo 2:5: Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

Hebreus 2:17: Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo.

Romanos 8:3: Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;

Filipenses 2:6-8: Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.

Colossenses 2:9: Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade;

24E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.

Quando os discípulos perceberam que não mais detinham o controle da situação e estavam perecendo, resolveram buscar a ajuda do mestre. Aqui aprendemos que quando nos encontramos em situações adversas, devemos buscar quem pode nos ajudar. O senhor é o nosso refúgio, fortaleza e socorro bem presente.

 

Salmos 46:1: Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.

Salmo 121:1-2: “Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra”.

1 Pedro 5:7: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês”.

1 João 5:18: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o Maligno não o atinge.

Quando Jesus acalma a tempestade, os discípulos ficaram muito maravilhados, pois Jesus os mostrou uma outra esfera de milagres, que é a de maravilhas. Mas, isso só é possível porque Ele é Deus e tem todo poder.

Salmos 107:29: Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas.

Mateus 28:18: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
Marcos 9:23: E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.

Lucas 1:37: Porque para Deus nada é impossível.

Mateus 19:26: E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.

25-E disse-lhes: Onde está a vossa fé? E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este, que até aos ventos e à água manda, e lhe obedecem?

Logo de cara, o Senhor repreende seus discípulos por terem se desesperado, mesmo estando Jesus naquele barco. Isso também acontece conosco. Esquecemos que Jesus está sempre nos protegendo sem deixar que nenhum mal possa incidir sobre nós.

Hebreus 13:6: E, assim, com confiança, ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem.

Romanos 8:31: Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Assim como os discípulos viveram esse momento de pouca fé, também, muitas vezes nos encontramos assim. Por isso, não podemos deixar de ter fé nEle.

João 11:40: Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

João 11:25-26: Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?

 

CONCLUSÃO

Neste estudo sobre “Jesus acalma a tempestade” aprendemos que assim como os discípulos, muitas vezes esquecemos que Jesus deve estar no comando do barco de nossas vidas. Quando isso acontece, perecemos. Não podemos navegar sozinhos, pois as tempestades dessa vida ocorrem de forma repentina, quando menos esperamos. E quando elas chegam, não conseguimos nos proteger, por isso acabamos sendo atingidos e nos desesperamos.

As vezes as tempestades são provenientes do trabalho, da família ou até da própria igreja. São situações que até parecem ser impossíveis de serem resolvidas, como se tudo estivesse perdido. Mas, não esqueça que mesmo em situações como estas, ainda temos como contar com Jesus. Portanto, tenha fé e deixe ser guiado por Jesus, você vai se surpreender com o que pode acontecer em sua vida.

Espero que este estudo sobre “Jesus acalma a tempestade” tenha sido de grande valia para sua vida espiritual. Que Deus te abençoe!

 

Para mais estudos como esse sobre “Jesus acalma a tempestade”, acesse a home de nosso site, aqui.

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *