Mulher samaritana

APRENDENDO SOBRE MISSÕES: JESUS E A MULHER SAMARITANA

Compartilhe este estudo bíblico

O QUE VEREMOS NESTE ESTUDO SOBRE MISSÕES ENVOLVENDO JESUS E A MULHER SAMARITANA

 

Essa passagem sobre o diálogo entre Jesus e a mulher samaritana é bastante conhecida no meio cristão. Talvez você nunca tenha parado para pensar, mas Jesus nos ensina muita coisa sobre como se fazer missões. Então, neste estudo observaremos os detalhes desta passagem para compreendermos o que Jesus nos ensina, sobretudo levando em consideração os ensinamentos do mestre para a realização da obra do Senhor e como ela deve ser feita. Iniciaremos lendo o texto base:

 

TEXTO: JOÃO 4: 1-42

 

Antes de tudo vamos contextualizar. Depois de muito pregar e ensinar, Jesus, que vinha da Judeia, resolveu seguir para a Galileia passando por Samaria. Esse trajeto, percorrendo pela província de Samaria, normalmente não era feito pelos judeus, mesmo sendo o caminho mais rápido até a Galileia. Isso porque judeus e samaritanos não tinham boa relação.

 

Essa rixa entre eles se dava por conta da não concordância entre algumas crenças, culturas e práticas realizadas por judeus e samaritanos. Apesar dos samaritanos serem parte do mesmo povo, quando observamos suas origens, estes haviam se separado dos israelitas. Os judeus consideravam os samaritanos quase como pagãos, especialmente por conta dos casamentos mistos e a não observação das leis de Moisés.

 

Podemos até imaginar que a decisão tomada por Jesus, de utilizar essa rota mais curta, não tenha agradado os discípulos. Contudo, estes obedeceram ao mestre e seguiram. Eles chegaram em uma cidade de Samaria chamada Sicar (ou Siquém), onde ficava o poço de Jacó.

 

Josué 24:32: Também os ossos de José, que os filhos de Israel trouxeram do Egito, foram enterrados em Siquém, naquela parte do campo que Jacó comprara aos filhos de Hemor, pai de Siquém, por cem peças de prata, e que se tornara herança dos filhos de José.

Como estamos falando de missões é importante destacar que Jesus demonstrou ousadia, não só por entrar em Samaria, como porque aquele local era praticamente um lugar sagrado para os samaritanos. E Jesus escolheu o poço como local estratégico e missionário. Apesar da rejeição dos judeus em relação aos samaritanos, Jesus ensinaria aos discípulos que independentemente de qualquer coisa, devemos amar a todos, sem rejeitar ninguém.

 

Para aquele que sente a necessidade de fazer a missão do Senhor, essas características são imprescindíveis. Devemos ser audaciosos para adentrarmos em terrenos hostis para levar a mensagem da salvação. Também é necessário conhecer o local em que vai ser pregado o evangelho, sem esquecer que as pessoas apresentam suas crenças e costumes particulares. Devemos ter cuidado para não ferir nem tratar ninguém de forma desigual por causa das diferenças comportamentais. Devemos amar a todos, principalmente os que carecem da palavra salvífica.

Infelizmente, fazemos muitas acepções, sobretudo quando nos deparamos com pessoas que não pensam como pensamos, não agem como agimos ou não apresentam as mesmas convicções que temos.  O pior de tudo é que rejeitamos pessoas que não pertencem a mesma classe social que a nossa ou fazem parte da nosso mesmo credo religioso. Temos ainda que aprender muita coisa com o mestre, especialmente amar uns aos outros.

 

Mateus 5:43-44: Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus.

 

João 15:12: O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

 

Quando Jesus chega ao poço Ele pede para os discípulos irem até a cidade para comprarem mantimentos. Era a hora sexta, isto é, meio-dia. Ele estava assentado como se estivesse esperando alguém (é claro que Ele estava). Pouco tempo depois chega a mulher samaritana.

 

Devemos frisar uma coisa. Geralmente eram as mulheres que pegavam água no poço. Esse horário, todavia, não era comum para buscarem água, comumente iam no início da manhã ou final da tarde. A questão é que esta mulher escolhia essa hora porque preferia ir sozinha, sem outras mulheres.

 

Isso evitaria o falatório sobre sua reputação, que não era das melhores. Contudo, a mulher samaritana ficou muito surpresa por encontrar uma pessoa naquele horário, ainda mais um judeu que lhe pedia água.

 

Jesus nos ensina aqui que é necessário saber o local certo e a hora certa para uma missão. Além disso a abordagem a uma pessoa rejeitada pela sociedade deve ser muita cautelosa, visto que ela deve ser cheia de marcas e traumas causados por pessoas insensíveis.

 

É necessário compreendermos que pessoas assim como a mulher samaritana não devem ser rejeitadas, mas sim, compreendidas. Precisamos buscar amizade também com pessoas rejeitadas, para que possamos falar do amor de Cristo para elas. Você já procurou fazer amizade com pessoas assim?

 

Depois que Jesus pediu a mulher samaritana que lhe desse de beber ela passou a questionar algumas coisas, principalmente pelo fato deles serem rivais. Além disso, não era costume uma mulher falar com um homem de forma pública. Jesus mostra que alguns paradigmas podem ser quebrados, quando o que importa é salvar uma vida.

 

Quando Jesus diz: “se conheceres o dom de Deus e quem é o que te diz dai-me de beber”, ele estava evangelizando, porém, a mulher ainda não havia percebido. Embora ela não soubesse do que se tratava esta água, ela queria receber.

 

Na visão humana dela esta água lhe pouparia muito tempo e trabalho, pois não mais precisaria ir ao posso todos os dias. Quantas pessoas não estão assim como a mulher samaritana, sem compreender que Jesus é a fonte de água viva que jorra eternamente?

Apocalipse 21:6: E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.

 

Apocalipse 22:17:E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.

Quem busca ao Senhor Jesus nunca terá mais sede.

 

João 6:35: E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

A água da qual Jesus se referia está associada a vida espiritual.

 

Isaías 12:3: E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação.

E para usufruir dessa vida espiritual abençoada é imperativo que bebamos dessa água. Mas não significa que devemos beber apenas uma vez. Não é um ato isolado, mas sim um ato diário e repetido por todas as nossas vidas. E para beber dessa água é necessário ficarmos junto dessa fonte que é Jesus. Ninguém vai conseguir beber da água da vida se ficar longe da fonte. Além do mais, se tornará uma “fonte sem água”.

 

2 Pedro 2:17: Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva.

 

A mulher samaritana se encontrava meio desconfiada e sem compreender quem de fato era Jesus, por isso ela perguntou se o mestre era maior que Jacó. Assim como ela, muitos inda não sabem que Jesus é o maior. Maior que nossos problemas, doenças, ansiedades e perseguições. Por isso nossa maior missão é mostrar ao mundo quem é Jesus e o que ele pode fazer na vida dos que o buscam.

 

Quando Jesus responde para a mulher samaritana que qualquer que beba da água do poço de Jacó, voltará a ter sede, Ele está dizendo que aquela água representa as coisas do mundo, que são passageiras, efêmeras. É por isso que não nos sentimos preenchidos quando estamos usufruindo apenas das coisas do mundo. Esse vazio, porém, só será preenchido quando bebermos da água que Jesus oferece.

 

Até então a mulher samaritana ainda não havia compreendido a missão de Jesus, por isso este mudou o rumo da conversa e partiu para a esfera do sobrenatural. Ele mostrou que é conhecedor de tudo e de todos. Ele conhece nossos corações e nossas intenções.

 

Atos 15:8:E Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, dando-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós.

 

Romanos 8:27:E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos.

 

Lucas 16:15: E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.

Quando a mulher samaritana se deu conta de que Jesus a conhecia assim como seus atos, como ninguém mais poderia saber, compreendeu que Jesus era profeta. Quando aquele que está sendo ministrado pela palavra de Deus conhece a magnitude do Senhor, o aceita. Será que Já reconhecemos essas grandeza de Deus em nossas vidas?

 

Depois disso, a mulher samaritana sai para falar sobre Jesus para todos que ela encontrava. Ela já estava evangelizando. Isso é o que faz aquele que conhece verdadeiramente a Cristo, fala para os outros o que está sentindo e mostra o quão bom é estar com Jesus.

 

Além de mostrar que é bom estar com Jesus, devemos mostrar que é necessário ser como Jesus. Devemos ser seus imitadores.

 

Efésios 5:1: Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados.

1 Tessalonicenses 1:6: E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo.

1 Coríntios 11:1: Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.

Depois dessas coisas, os discípulos retornam e pediram para que o mestre comesse. Mas Ele disse: “Uma comida tenho para comer vós não conheceis”. Os seus seguidores ficaram sem saber do que se tratava, achando que Jesus tinha alguma comida que alguém lhe tinha trazido. Eles estavam como a mulher samaritana, observando apenas pela ótica humana.

 

Jesus explica que a comida seria fazer a missão mandada por Deus, ou seja, resgatar os que estão perdidos. Ele faz até uma analogia com os campos que estão prontos para a ceifa, isto é, nós somos os ceifeiros e o campo é o mundo que contém pessoas que devem ser evangelizadas.

 

Jesus alerta a todos que a hora vem e que Deus está procurando os verdadeiros adoradores. Estes devem adorar a Deus em espírito e em verdade.

João 4:23: Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

 

Lucas 19:10: Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.

 

Jesus ensina mais algumas coisas quando diz que devemos adorar ao Pai em Espírito e em verdade. A principal é que quando adoramos a Deus dessa maneira, significa que estamos o adorando de forma verdadeira. Devemos nos chegar a Deus de forma sincera e com nossas vidas dirigidas pelos seu Espírito Santo.

 

A verdade é uma característica de Deus que é encarnada em Cristo e presente no Espírito Santo.

 

João 14:6: Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

 

João 15:26: Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.

É por isso que a adoração deve ser na verdade de Deus revelada em Jesus. Quando pessoas resolvem ignorar essa adoração em espírito e em verdade, revelada nas próprias palavras de Cristo, estão desprezando a verdadeira adoração.

 

CONCLUSÃO

 

Esse diálogo que Jesus teve com a mulher samaritana, nos ensina muitas coisas, sobretudo como fazer missões, aquela que está no coração de Deus. Nesta missão, Jesus mostra o propósito de Deus para com todos, ou seja, de salvar e conduzir cada um para a vida eterna.

 

Jesus também nos mostra que muitas coisas que consideramos importantes, na realidade são supérfluas. O que ele tem a nos oferecer é muito mais do que comida e bebida. E essa compreensão devemos encarar como nossa missão, que é levar o evangelho às pessoas necessitadas, especialmente as que são rejeitadas pela sociedade. Devemos mostrar para as pessoas sobre a necessidade de estarmos com Jesus.

 

Quem conduz a verdade para outras pessoas, mostrando a salvação por meio da fé em Jesus, está realizando a mais importante das missões. Um dia, com certeza regozijará na presença de Deus por causa das almas que foram salvas por meio de sua pregação, oração e testemunho. Que Deus te abençoe!

 

Espero que este estudo sobre “Aprendendo sobre missões: Jesus e a mulher samaritana” tenha sido de grande valia para sua vida espiritual. Que Deus te abençoe.

 

Para mais estudos como este, acesse a home de nosso site, aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *